Falaremos sobre Gestão de Projetos, Microsoft EPM, Sistemas de Informações Gerências e coisas positivas

Olá Pessoal,

Voltando na nova plataforma (WordPress), resolvi voltar a escrever algumas coisas que muitos amigos, clientes e alunos perguntam.  

O que é Microsoft EPM? Parte 01 de 03

Mas antes de falarmos na tecnologia, vamos falar um pouco de conceito. O EPM (Enterprise Project Management) ou Gerenciamento de Projetos Corporativos é um conceito de utilizar-se de um Sistema de Informação para Gerenciarmos Projetos. Baseado nisso e com conceito de Gerenciamento de Projetos-GP principalmente do PMI (Project Management Institute), principal instituição GP no mundo e responsável pela edição do Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK Guide), guia de melhores práticas de gerenciamento de projetos de qualquer natureza (depois teremos post sobre tema). A Microsoft já vislumbrou a necessidade de um software para ajudar na condução desses projetos, foi quando em 1987 cria o Microsoft Project, com a visão do trabalho individual a atendendo alguns requisitos mínimos, como Gráfico de Gantt e cronograma, que depois tiveram suas atualizações 1992 (v3), 1993 (v4), 1995, 1998, 2000, 2002, 2003, 2007 e 2010. Paralelo a isso, uma evolução natural do tema de GP acontecia, pois em meados de 2000 com a segunda edição do PMBok, desenvolve-se uma aplicação servidora chamada Project Central, pois naquela época as redes corporativas começavam a “explodir” junto com um “negócio” chamado internet. Naturalmente vieram as evoluções das ferramentas. Mas somente com Project Server 2002 é que a ferramenta começa e ser usada em maior escala e corporativamente, passando a ser chamado de Microsoft EPM.  Com a evolução natural pelas versões Project Server 2003, 2007 e agora 2010.

Alinhamento 01: Então que dizer que simplesmente possuir o Project Server no meu Servidor tem um EPM implantado?

Primeiro tecnologicamente podemos dizer sim, abaixo veremos uma arquitetura do Microsoft EPM 2007 para entendermos melhor. Mas que você vai esta gerenciando corporativamente seus projetos somente com isso, certamente não, pois a tecnológica é apenas parte do processo.

Por questões de foco e aplicabilidade vou ater-me o o2007 e depois a 2010. Tecnologicamente a Arquitetura da solução é esse com sugestão de usuários:

Na Primeira camada (cliente), temos as aplicações de uso constantes dos Gerentes de Projetos (Project Professional 2007+Microsoft Office 2007) e Membros do Projeto (Office 2007), bem como outros aplicativos de terceiro, por exemplo, seu ERP.

Na segunda camada (web), temos as interfaces de comunicação com os usuários via Browser (IE 6.0 ou superior), com segmentação entre duas ferramentas. O Project Web Access (PWA) para interação dos Gerentes de Recursos, Membros de Time e Executivos com o foco em projetos e programas. O Project Portfólio Web Access para acesso aos planejadores e executivos.

Sua terceira camada (aplicativo) tem o Project Server 2007 plataforma que suporta o gerenciamento de recursos, cronograma, relatórios e colaboração. Depois vem o Project Server Interface (PSI): Todos os aplicativos de front-end comunicar-se com o Office Project Server 2007 através de chamadas feitas para o padrão do Project Server Interface (PSI) Web Services, que se comunicam por sua vez com o objeto de na camada de negócios. E fechando o Project Portfólio Server 2007 fornecendo um gateway bidirecional que permite que os administradores do Project Server conectar-se a vários servidores de projetos com o Office Project Portfolio Server 2007, possibilitando que os executivos da consolidação de vários pontos de vista diferentes dos Projetos dos Project Server de toda a organização.

E na quarta camada (Servidores), temos o Windows Server, com o banco de dados Microsoft SQL Server 2005 e Microsoft Windows SharePoint Services 3.0-WSS integra-se com os servidores Office EPM Solution para as capacidades de gerenciamento de arquivos e colaboração, ajudando os membros da equipe trabalhar em conjunto. Bem como proporcionar uma interface Web (PWA) e Espaços de trabalhos (Workspaces) para cada projeto.

Devem ter percebido com evolução do Gerenciamento de Projetos em meados do ano 2000, surgem às técnicas de Gestão de Portfólio. Portanto por demanda dos usuários do Microsoft EPM 2003, poderia passar a utilizar-se de Gestão de Portfólio com Project Portfólio Web Access 2007 sua interface web para usuários que teriam que avaliar se estavam executando “o projeto certo”.

Esse artigo não pretende ser única e inesgotável fonte sobre o tema, mas apenas contribuir entre outros tantos Blogs e artigos sobre o tema. No próximo artigo veremos funcionalidade de ambas e depois um focado no Microsoft EPM 2010.

Grande Abraço,

 Eduardo Freire

Anúncios

Comentários em: "O que é Microsoft EPM? Parte 01 de 03" (5)

  1. Vinicius Perrott disse:

    Grande Eduardo!
    Estou iniciando minha Pós-Graduação em Gestão de Projetos aqui na Estácio FIR e estou gostando muito dos assuntos.

    Com esse post em seu blog pudi melhorar aqui o meu estudo na Pós.

    Vou tentar montar um LAB de EPM para apresentar para a turma, posso contar com sua ajuda?

    Abraços!
    @viniciusperrott

  2. Prezado Vinicius,

    Fico feliz com seu comentário. O primeiro nesse novo formato e casa do meu blog.
    O meu objetivo é esse tentar contribuir na medida do possível para termos ainda mais bons profissionais e estudantes em GP. No que poder contribuir, estarei disponivel. Devo esta finalizando esse série até o FDS.
    Ótima idéia a sua, claro que pode contar comigo. Devo fazer uns Webcast sobre o tema no Technet e conto com sua participação.
    Grande Abraço,

    @eduardofreire

  3. Edlene Aparecida Meireles disse:

    Olá Eduardo Freire!

    Participei do 1-InfraRN no Sebrae, sua palestra foi ótima. Você e o Prof. Manoel Veras sintonizaram super bem os conceitos e os assuntos abordados. Parabéns!
    Bem, quanto ao post, achei muito legal e importante conhecer o histório nesta ordem dos acontecimentos que marcaram a evolução do MS Project em paralelo com as atualizações das versões do PMBOK Guide.
    Eu fiz recentemente o curso do MS Project 2007 no SENAC-RN e achei que a ferramente é mesmo bem detalhada.
    Sempre tive curiosidade em GTI, o assunto me chama atenção, o Prof. Dr. Manoel Veras me deu a oportunidade de fazer o curso do CNPQ-UFRN-SEBRAE e agora pretendo tentar ingressar na Pós em GTI.

    Valew!

    • Prezada Edlene,

      Primeiro fico feliz com oportunidade que tivemos que interação no evento 1 InfraRN. Com relação a interação com o Prof. Manoel Veras foi possível por 02 motivos:
      1 – Fica fácil fazer um evento com o perfil de pessoa que Prof. Manoel Veras é, além de todo a “bagagem” acadêmica e profissional.
      2 – Fizemos um alinhamento prévio, mesmo que “virtual” sobre o como fazer as palestras. #gp
      Muito bom ter feito curso de MS Project e GP. Está usando no dia-a-dia?
      Fico feliz que tenha gostado no post e espero contar com sua “audiência”.
      Grande abraço,

      @eduardofreire

  4. Oi Eduardo Freire, boa tarde!

    Com certeza!
    Estamos utilizando o MS Project para gerenciar o desenvolvimento e a manutenção dos softwares e também estamos repassando o que aprendemos no curso para os demais colaboradores da empresa.
    Quanto ao curso de GP deu pra entender forte a ideia de que, um projeto de TI dará certo se for bem planejado. Organização foi a palavra que ficou. Pensar em tudo e mais um pouco, gerenciar os possíveis riscos.
    Um setor de TI tem que ser sistemático, ou seja, organizado, ordenado. Estamos planejando um plano de ação para 2011, apesar de já termos iniciado algumas mudanças estratégicas.
    Eu amei o curso e quero aprender muito mais.

    Até mais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: