Falaremos sobre Gestão de Projetos, Microsoft EPM, Sistemas de Informações Gerências e coisas positivas

Ola pessoal,

Esse nao tem objetivo ambicioso, apenas abrir uma discussao sobre o tema. Sempre alguns alunos fazem-me a pergunta:”O que colocar no meu curriculo?. Ouvindo o Ricardo Vargas sobre curriculos, ele elenca, dentre outras coisas, sobre o uso e comentar os insucessos em seus projetos. Mas vem a pergunta: Quantas pessoas ou empresas vao ou utilizam isso? Nao estou dizendo que ele esta errado, muito pelo contrario. Mas porque as empresas/pessoas continuam nesse processo desinfreado em busca do “elo perdido” do profissional perfeito. Claro que hoje pelo que o Ricardo representa e conquistou tera provavelmente um impacto positivo no mercado(particularmente acredito nisso). Muitas vezes indago- me sobre isso e lembro do comeco desse ano 2010, quando entao socio de uma empresa de TI, nas entrevistas com desenvolvedores que iriam compor a equipe inicial da empresas. Depois de terem sido avaliado tecnicamente perguntei a cada um: ” por que voces querem trabalhar aqui? O que voce pode contribuir ou que podemos contribuir para voce?”Muitas perceberam nisso que tinha saido do “script” do mercado. Na verdade posso ter esbelecido alguma forma de fazer isso, mas certamente queria contratar pessoas e nao somente titulos.
Mas de fato queria descobrir o que ele como profissional e nos poderiamos contribuir para nossa empresa e o que poderiamos contribuir na sua evolucao pessoal e profissional. Certamente podemos falar que conseguimos situacoes exitosas. Ao mesmo tempos que isso de certa forma “assustou” outro candidatos por estarem “escondidos” atras de seus certficados. “Mas a vaga nao exigia certificao XPTO?”, perguntavam alguns.
Voltando um pouco mais no tempo, em 2000, na minha epoca de graduacao em administracao numa universide publica, questionava sempre meu professor de RH qual a melhor forma de contratarmos bons profissionais. Usar tecnicas tipo “grupal”? Entrevistas com exposicao com seus concorente? nao estou questionando se isso e ou nao eficaz. Isso nao e uma formula magica, na qual ele e outro autores “pregavam”.
Essa semana assitir o filme “avatar”‘ ele trouxe-me dois fato que exemplificam isso. Numas determinada cena, quando o “fulano principal” chega para substituir no seu irmao que era “phd”, a sua chefe disse que nao serve, o requisito daquela vaga so serviria se fosse “phd”. Mas no desenrolar na historia, percebe-se que a vaga era “nao-tecnica”. A “vaga” seria para voce ser elo entre “um povo selvagem”, conseguir estabelecer interacoes para atender as interesses humanos. Sem focar as questoes eticas, mas a principalmente caracteristicas que a “doutora” precisava era de alguem que tivesse boas relacoes, disponibilidade e vontade de aprender. Onde se aprende isso? E certificacoes? E sua formacao? Alem de outras caracteristicas essencias a execucao daquele vaga. Agora como “contratar” uma pessoa com todas caracteristicas que nao validadas por certificacoes e titulos? Esse talvez seja o grande desafio do mercado.
Nao quero dizer que nao devemos nos certificar ou titulos(mba, msc, phd etc.), mas que aliados a isso temos que estabelecer bons relacionamentos com as pessoas, pois talvez as certificacoes/titulos vao garantir os pre-requisitos para contratacao ou contratos como bem diz diz o Prof. @finocc. Mas certamente quem faz a diferenca é ele na execucao de seus trabalhos.
Em muitas vezes vejo que as empresas querem comprar “O Elo Perdido”, por isso vemos as pessoas numa busca, muitas vezes “desesperadas”, na obtenção de titulos, certificados e premios, mas ai encontramos outro”gap”(e vale outro post) aplicabilidade de tudo isso, pelos mais diversos motivos. Eae volta a pergunta, “o que colocar no curriculo?”
Att,

@eduardofreire

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: